O deputado Agenor Neto (PMDB) foi um dos convidados do 4º Encontro Regional do PSDB, realizado em Iguatu, na noite de quinta-feira (29/10), na sede da AABB clube.

Ao lado do senador Tasso Jereissati (PSDB), do ex-deputado José Ilo e dos deputados Carlos Matos (PSDB), Dra. Silva (PMDB) e Leonardo Araújo (PMDB) e outras lideranças da região Centro Sul e do Cariri, o parlamentar fez discurso destacando a importância do trabalho do senador Tasso Jereissati para o desenvolvimento do estado do Ceará. O parlamentar fez duras críticas ao governo federal, e lamentou a situação de descrédito em que se encontra o país, provocada pelos escândalos de corrupção, registrados diariamente nos meios de comunicação.

O peemedebista destacou o fortalecimento da bancada de oposição na Assembleia do Ceará, e disse que o PMDB deve seguir o recado dado pelas urnas nas últimas eleições. Agenor Neto fez questão de enaltecer o nome do senador Eunício Oliveira (PMDB), que teve a coragem de colocar seu nome à disposição do povo cearense para o governo, mesmo sabendo que iria enfrentar severos obstáculos. "Há um ano e meio atrás, quem está no poder hoje, dizia que o senador Eunício não tinha a coragem de enfrentar os Ferreiras Gomes. E o senador, com o PSDB ao seu lado, e quase isolado, teve a coragem de se candidatar, dando oportunidade ao povo cearense de fazer sua escolha de maneira democrática", pontuou.

Falta de prioridades
O parlamentar também destacou a falta de prioridade na aplicação dos recursos públicos pelo governo do Estado nos últimos anos na saúde e no combate à seca no Ceará. Segundo o deputado, enquanto algumas regiões sofrem com a falta de recursos para gerir o setor da saúde, outras são privilegiadas, como a cidade de Sobral. “O governo investe quase R$ 12 milhões por mês na saúde da região Norte, enquanto para o Centro Sul só investe R$ 390 mil. É lamentável”, disse. Agenor Neto.