A segurança pública do Estado do Ceará voltou a ser repercutida mais uma vez na Assembleia Legislativa. O deputado Agenor Neto (PMDB) usou a tribuna da Casa para debater matéria publicada na edição desta terça-feira (03/11) do jornal Diário do Nordeste, que aponta que o Estado soluciona apenas 23% dos casos de homicídios. "São situações que nos preocupam, principalmente quando vemos que bairros importantes de Fortaleza, como o Conjunto Ceará, o índice de resolução dos crimes é de apenas 9,6%", disse.

O parlamentar lembrou que o governador Camilo Santana (PT) prometeu, em campanha eleitoral, que ia cuidar pessoalmente da segurança pública do Estado do Ceará. "Recentemente as decisões tomadas pelo governador foi um corte de 20% na pasta da segurança pública", lamentou. O peemedebista ressaltou que a segurança pública, a saúde e a questão da seca, são temas que precisam ser debatidos de forma permanente. "São problemas gravíssimos, e que envergonham a todos nós cearenses", completou.