Tramita na Assembleia Legislativa do Ceará, projeto de lei de autoria do deputado Agenor Neto (PMDB), que prioriza o atendimento de pessoas idosas, acima de 60 anos, na rede de saúde pública do Estado.

De acordo com a proposta, os idosos, ao chegarem aos hospitais públicos deverão ser atendidos, no máximo, em uma hora. Atendimentos e exames devem ser marcados com o prazo máximo de 15 dias, e as cirurgias devem ser agendadas em no máximo 30 dias.

"Tivemos essa preocupação em elaborar esse projeto porque sabemos que hoje o idoso tem enfrentado problemas muito sérios com a marcação de consultas, de exames e em cirurgias, chegando a aguardar meses e até anos para serem atendidos", disse.

De acordo com o parlamentar, é necessário que a população cobre dos deputados votados em suas regiões a aprovação da matéria. "É um projeto de grande alcance social que vai proteger os direitos de nossos idosos, mas para isso precisa ser aprovado pelos nossos colegas deputados", observou.