O deputado Agenor Neto usou a tribuna da Assembleia, na sessão plenária desta quinta-feira (12/05), para comentar a votação do requerimento, de sua autoria, que convida o secretário de Turismo do Estado, Arialdo Pinho, para dar explicações sobre a demora na renovação de convênio assinado com a Prefeitura de Iguatu para a construção do Centro de Convenções do município.

Agenor Neto informou que a Prefeitura já teria dinheiro em caixa para dar prosseguimento à obra, mas é necessário que haja uma renovação de convênio, com aditivo de prazo, para que os recursos possam ser utilizados. "O recurso está na conta da Prefeitura, mas não pode ser utilizado se o convênio com o Estado não estiver em vigência", disse.

O deputado Capitão Vagner (PR) fez a defesa pela aprovação do requerimento e estranhou a atitude do secretário Arialdo Pinho. “Não há motivo para blindar esse secretário, que confesso, não sei por que motivo até hoje a casa não aprovou qualquer requerimento no sentido de trazê-lo aqui para prestar esclarecimentos”, disse.

O requerimento do parlamentar entrou em pauta nesta quinta-feira e teve 15 votos a favor, mas não pode ser aprovado porque não houve quórum suficiente no momento da votação. "Gostaria de agradecer aos 15 deputados que votaram o requerimento para convocar o secretário Arialdo Pinho que persegue por ordens superiores o município de Iguatu, se negando a renovar um convênio apenas de aditivo de prazo”, pontuou. “Infelizmente o Governo encaminhou para que os deputados da sua base não votassem e se retirassem do plenário, mas na próxima semana iremos colocar na pauta novamente", informou.