O deputado Agenor Neto (PMDB) cobrou, na ordem do dia da sessão plenária desta quarta-feira (14/09), a aprovação do requerimento, de autoria dele, que dispõe sobre a liberação, por parte do Governo do Estado, de recursos de emendas dos parlamentares destinadas à saúde.

Segundo o parlamentar, o requerimento está tramitando na Casa, mas não é apreciado na pauta de votação. “Quando meu requerimento chega para ser votado, o Governo determina que a base esvazie o plenário, e a matéria não é votada. É lamentável, já que isso prejudica apenas a saúde do nosso Estado”, apontou.

O deputado cobrou também ações do Governo do Estado para resolver a situação da cadeia pública de Iguatu, que está interditada há mais de um ano e meio. “É por causa de um simples problema de fossa que a cadeia está interditada. Não entendo porque não pode ser resolvida essa situação”, disse.

O parlamentar ressaltou que, além da cadeia pública do município de Iguatu, a Delegacia da Mulher e a Delegacia Regional do Centro-Sul também estão interditadas. “A situação é grave na região centro-sul. Não tem onde colocar os presos. Peço a sensibilidade do Governador, Camilo Santana, para resolver esse problema”, frisou.